Relações sociais no contexto de alimentação da educação infantil

Miniportada preescolar (1)

Views: 183

  • Title: Relações sociais no contexto de alimentação da educação infantil : estudo de caso etnográfico em uma creche de Florianópolis, Santa Catarina, Brasil
  • Author(s): Juliana Schumacker Lessa, Ione R. Valle, Eloisa A. C. Rocha
  • Publisher: Common Ground Research Networks
  • Collection: Common Ground Español
  • Series: Aprendizaje
  • Journal Title: Revista Internacional de Educacion Preescolar e Infantil
  • Keywords: Infância, Educação infantil, Alimentação, Relações sociais,Refeitório, Socialização,Childhood, Nursery, Kindergarten, Feeding, Social Relations, Socialization
  • Volume: 2
  • Issue: 1
  • Year: 2016
  • ISSN: 2443-9835 (Print)
  • DOI: https://doi.org/10.18848/2443-9835/CGP/v02i01/1-13
  • Citation: Schumacker Lessa, Juliana, Ione R. Valle, and Eloisa A. C. Rocha. 2016. "Relações sociais no contexto de alimentação da educação infantil : estudo de caso etnográfico em uma creche de Florianópolis, Santa Catarina, Brasil." Revista Internacional de Educacion Preescolar e Infantil 2 (1): 1-13. doi:10.18848/2443-9835/CGP/v02i01/1-13.
  • Extent: 13 pages

Abstract

Resumo: Este artigo apresenta uma análise das relações sociais observadas no refeitório durante uma pesquisa etnográfica realizada numa instituição de educação infantil da cidade de Florianópolis, Santa Catarina - Brasil. Ao identificar as regras prescritas para o espaço-tempo das refeições o estudo mostra como as crianças fabricam uma lógica diversa à do adulto. As interações no grupo de pares evidenciam outros modos de se apropriar do espaço-tempo da alimentação, que joga com uma lógica adulta de manutenção de uma determinada ordem. No interior desta ordem, recortes etários institucionais demarcam concepções fragmentadas da infância e da ação educativa. Abstract: This paper presents an analysis on the ethnographically based observation of the social relations that occurred in a nursery cafeteria belonging to the city of Florianópolis, Santa Catarina - Brazil. By identifying the rules prescribed for the space-time of the meals, the study shows how children produce a logic different to that of the adult. Peer interactions evidence other ways of appropriating the space-time of feeding, which plays with an adult logic of maintaining a certain order. Within such an order, institutional age cutouts determine fragmented conceptions of the child and the educational activity.