O que os educadores aprenderam durante a pandemia COVID-19 e ...

1914911675975466

Views: 163

Open Access

Copyright \u00A9 <YEAR>, Common Ground Research Networks, Some Rights Reserved, (CC BY-NC-ND 4.0)
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License(CC BY 4.0).

View License

Abstract

A adoção do ensino remoto durante a pandemia trouxe à tona questões do sistema de educação que estavam de certa forma adormecidas, entre elas a necessidade de se repensar os papéis e forma de participação de professores, alunos e famílias nos processos de ensino e aprendizagem escolar. Instituições de ensino tiveram de se adaptar para oferecer aulas em diferentes modalidades e, com isso, ressignificar o uso da internet, da TV, de aplicativos, do telefone celular, das redes sociais virtuais etc. Escolas precisaram criar novas formas de manter o contato de professores com os alunos e enfrentar as questões do letramento digital, do acesso à conexão, do local e ambiente disponíveis para o estudo etc. Temáticas como o ensino híbrido, o desenvolvimento de habilidades socioemocionais e ensino domiciliar estiveram em primeiro plano nos meios de comunicação. Mas, o que de fato podemos considerar como aprendizagens ou efeitos desse momento nas práticas educacionais dos professores? Esse ensaio apresenta uma breve análise dos relatos de cinco professoras do curso de Pedagogia (nota de rodapé) de uma instituição sem fins lucrativos, localizada na cidade de São Paulo, sobre as mudanças e aprendizados que o período da pandemia COVID-19 trouxe para suas práticas didáticas no ensino superior para formação de professores. Os relatos foram produzidos a partir das perguntas disparadoras: “Quais foram os desafios e descobertas que o período da pandemia trouxe para você como professora?” e “O que você descobriu sobre sua forma de aprender?”. A reflexão sobre os relatos foi realizada com o apoio de ideias e contribuições de autores como Nóvoa, Placco, Matsukuma, entre outros que abordam questões como o uso da tecnologia no ambiente educacional, a importância da escuta ativa em ambientes virtuais de aprendizagem, as questões que envolvem a aprendizagem entre pares, em um contexto de implementação da BNCC.