Genealogia e resistencia

Mini portada ciencia

Views: 208

Abstract

O trabalho acadêmico terá como propósito analisar a genealogia em Michel Foucault e suas possibilidades de resistência, demonstrando como esta perspectiva filosófica contribui para o desenvolvimento de uma alternativa teórica contraposta à tradicional história da verdade nas ciências. Enquanto esta última sempre se preocupou em ocultar a relação entre a produção de saberes e o poder, a história genealógica, pelo contrário, problematiza os processos e as lutas que atravessam e constituem as verdades científicas. Para realizar este estudo será abordado inicialmente o que é genealogia, verificando as contribuições de Friedrich Nietzsche para a filosofia de Foucault, principalmente a partir dos conceitos de emergência e proveniência da verdade. Em seguida será analisada a relação saber-poder, buscando considerar o poder não como um obstáculo para a produção do conhecimento científico, mas ele próprio como o lugar da formação dos saberes. Por último será considerado como a genealogia abre espaço para as resistências, visibilizando as lutas e os saberes que foram sujeitados pela tradicional história da verdade nas ciências.